Fale Conosco
17 3016-5195
14 3208-2525

Notícias » Por que o reajuste na parcela do Consórcio é um benefício?

Por que o reajuste na parcela do Consórcio é um benefício?

A compra de um Consórcio é feita em grupo, sendo que todos os consorciados pagam um valor mensal que compõe um “caixa em comum”, formando grupos para a compra de um mesmo bem ou serviço, podendo ser ele um veículo, um imóvel, bens múltiplos e equipamentos ou um serviço, como viagem, reforma ou cirurgia plástica, por exemplo.

Todas as parcelas pagas pelos membros do consórcio, quando somadas, resultam num montante total dos consorciados que, no final, deve ser o bastante para comprar o número de bens que consta no contrato de adesão. A contemplação pode ocorrer por meio de um lance, sorteio durante a assembleia ou devido ao encerramento do grupo.

Mas, se você tem interesse em adquirir um consórcio, é necessário que, primeiramente, entenda tudo sobre o consórcio e as parcelas a serem pagas, já que estas podem sofrer reajustes, para mais ou para menos, com o passar do tempo.

Mas por que é preciso operar esse reajuste? Simples! A parcela do consórcio pode aumentar ou diminuir conforme o reajuste no valor de mercado do bem ou serviço, ou de acordo com o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que leva em conta a taxa de inflação. Assim, um membro contemplado no final do contrato do consórcio poderá comprar um bem do mesmo valor que o membro contemplado no início, mesmo com o reajuste do mercado. Dessa forma, seu poder de compra se manterá sempre atualizado, valorizando o seu investimento no Consórcio.

Se não houvesse esse reajuste na parcela de todos os participantes do grupo, mesmo daqueles que já estão com a carta de crédito em mãos, os últimos membros sorteados teriam que comprar um bem com um preço abaixo do mercado e, consequentemente, levar “a pior” no consórcio. E não seria legal contar com a sorte, certo?

É por esse é outros motivos que o Consórcio continua sendo a melhor forma para planejar e adquirir um tipo de bem ou serviço. Mesmo sem o valor total em mãos e principalmente sem pagar altas taxas de juros do financiamento, a realização do seu sonho pode estar mais próximo de você.

Fonte: NOVVA COMUNICAÇÃO